Parceria entre a operadora TIM e o banco digital C6 Bank está ameaçada

Parceria entre a operadora TIM e o banco digital C6 Bank está ameaçada

A parceria da TIM e C6 Bank está firmada desde 2020, no entanto, tudo indica que o elo pode se quebrar. O acordo é que a operadora envia clientes da sua base para o banco digital e recebe direito de subscrever ações na parceria. Nos três primeiros meses a operadora conseguiu migrar 800 mil clientes para o C6. Com esses números a parceria soava como bem-sucedida.

Os números seguiram crescendo e pelas contas oficiais a TIM levou mais de 3 milhões de consumidores para o banco digital, uma média de 400 mil clientes mensais, o que demonstra que a Telecom Itália pode chegar a ter 14,5% de participação no C6 Bank em três anos.

Entenda a motivação para o final da parceria:

A quantidade parece expressiva, porém na visão do banco não. As expectativas eram além, afinal a operadora TIM possui mais de 50 milhões de consumidores no país. O C6 entende que os esforços da operadora com divulgação e migração de clientes não são suficientes para honrar o acordo.

Por estes motivos o próprio banco digital C6 Bank tomou a iniciativa de romper o contrato da parceria. A TIM está busca de uma arbitragem por não aceitar o fim. A parceria só se finaliza definitivamente quando sair uma decisão do processo que corre no  Centro de Arbitragem e Mediação da Câmara de Comércio Brasil-Canadá.

Desde março de 2020, usuários da operadora são convidados a terem uma conta no banco digital e podem usufruir de bônus, descontos e outros benefícios. É sem dúvida uma parceria lucrativa para a operadora, levando assim a dificuldade de aceitação ao rompimento do acordo.

Compartilhe nossos conteúdos em suas redes sociais e continue acompanhando nosso portal de informações sobre negócios e renda.

Fredson

Fredson

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos